sáb. jun 25th, 2022

O Japão registrou um recorde de 319 mortes diárias por coronavírus na terça-feira, superando a marca de 300 pela primeira vez, enquanto o número de novas infecções caiu em relação à semana anterior.

De acordo com dados da prefeitura, Osaka marcou um recorde de 63 mortes, enquanto Tóquio registrou 25. O número diário de mortes quebrou o recorde anterior de 270 marcado na quinta-feira passada.

O número de pacientes com sintomas graves totalizou 1.504 em todo o país, nove a mais em relação à segunda-feira, disse o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, já que grupos de casos de COVID-19 foram relatados em instalações de assistência social para idosos.

Os idosos e aqueles com doenças pré-existentes são mais propensos a desenvolver sintomas graves que requerem tratamento médico.

Os casos diários de coronavírus ficaram em 69.525, uma queda de cerca de 15.000 em relação à semana anterior. A tendência de baixa continuou desde que a contagem nacional ultrapassou 100.000 pela primeira vez no início deste mês.

Tóquio registrou 11.443 novas infecções na terça-feira, enquanto Osaka confirmou 10.939.

No Japão, 31 das 47 prefeituras, incluindo Tóquio, permanecem em quase estado de emergência até 6 de março, em uma tentativa de conter a propagação da variante Omicron mais transmissível do vírus. Sob a medida, os governadores das províncias podem pedir que restaurantes e bares fechem mais cedo e parem de servir bebidas alcoólicas.

O governo central disse na terça-feira que pode suspender a medida antes do previsto.

“Se os governos das províncias fizerem pedidos, nós os consideraremos prontamente”, disse o secretário-chefe do gabinete, Hirokazu Matsuno, em entrevista coletiva.