sáb. jul 2nd, 2022

A contagem diária de casos de coronavírus no Japão ultrapassou 1.000 na terça-feira pela primeira vez em três meses, enquanto a tendência de alta continua em meio à disseminação da variante Omicron no país.

Os casos em todo o país chegaram a 1.268. Em Tóquio, o governo metropolitano confirmou 151 casos, marcando o segundo dia consecutivo em que a contagem atingiu os três dígitos.

Os novos casos na capital japonesa ficaram abaixo de 100 depois que 135 casos foram confirmados em 8 de outubro, mas o último número diário relatado pelo governo metropolitano de Tóquio aumentou em relação à contagem diária de segunda-feira, 103.

A Prefeitura de Osaka relatou 124 novas infecções na terça-feira, também ultrapassando 100 pela primeira vez desde 14 de outubro.

Em Okinawa, o governo da província relatou 225 novos casos de infecções, a primeira vez que confirmou mais de 200 infecções desde 16 de setembro. Houve 47 casos da cepa Omicron confirmados na terça-feira, acrescentou.

O número não inclui 164 novos casos também registrados em bases americanas na prefeitura da ilha ao sul, disse o governo de Okinawa. Uma infecção de cluster eclodiu no mês passado em uma das bases.

O governador de Okinawa, Denny Tamaki, está considerando solicitar que medidas quase emergenciais sejam impostas na prefeitura pelo governo central para conter a propagação do vírus, disse o secretário-chefe do gabinete, Hirokazu Matsuno, a repórteres na terça-feira.

O número de novas infecções por COVID-19 em Tóquio e em outras partes do Japão tem aumentado, embora os casos gerais permaneçam relativamente pequenos em comparação com a quinta onda que levou o governo a implementar rodadas de estados de emergência e quase-estados de emergência COVID-19 no último verão.