ter. ago 9th, 2022

Um grupo de especialistas médicos japoneses afirmou ter realizado uma cirurgia bem-sucedida em um bebê com uma grave doença cardíaca congênita dentro do útero da mãe.

O grupo, que inclui especialistas do Centro Nacional de Saúde e Desenvolvimento Infantil, declarou que a cirurgia ocorreu em julho em um feto no útero de uma mulher que se encontrava na 25ª semana de gestação. O feto foi diagnosticado com estenose aórtica, na qual o estreitamento da abertura da válvula aórtica impede uma parte do coração de se desenvolver normalmente.

Primeiramente, os cirurgiões inseriram um tubo especial parecido com uma agulha no abdome da mãe até o coração do feto. Em seguida, inseriram um cateter de balão através do tubo para ampliar a abertura da válvula. Eles declararam que o procedimento elevou a quantidade de sangue que flui para dentro do coração. Disseram ainda que o bebê nasceu em outubro e está atualmente em bom estado de saúde.

O grupo realizou a cirurgia como parte de uma pesquisa clínica. Segundo os especialistas, trata-se do primeiro tratamento no país para um feto com estenose aórtica.

De acordo com o médico Sagou Haruhiko, do Centro Nacional de Saúde e Desenvolvimento Infantil, mais doenças podem ser tratadas, agora, mesmo com o bebê dentro do útero da mãe. Ele disse que vai realizar mais estudos clínicos para que um número maior de vidas possa ser salvo com o tratamento pré-natal.