dom. dez 5th, 2021
Pandemia ainda impede aumentos salariais no Japão

Uma pesquisa do Ministério do Trabalho japonês mostra que a pandemia do coronavírus continua reduzindo os aumentos salariais para trabalhadores nos setores mais afetados.

Entre as empresas que responderam, 80,7% disseram que aumentaram, ou planejam aumentar, os salários-base ou a antiguidade neste ano. Isso representa uma queda de 0,8 ponto em relação ao ano passado, marcando o segundo ano consecutivo de queda. Compara com mais de 90 por cento em 2019, antes da pandemia.

A pesquisa com cerca de 1.700 empresas foi realizada em julho e agosto, visando empresas com pelo menos 100 funcionários.

Os aumentos salariais foram mais comuns no setor de pesquisa e serviços técnicos, incluindo consultorias, com quase 94% das empresas respondendo positivamente.

Os setores imobiliário e de aluguel de bens seguiram com mais de 93%. Entre os fabricantes, quase 91% ofereceram ou planejavam oferecer aumentos salariais.

Salários mais altos eram menos prováveis ​​em empresas que atuam em serviços de acomodação e restaurante em 56%.
A taxa entre as empresas de serviços de transporte, incluindo empresas de ônibus e táxi e serviços de entrega, foi de 64 por cento.

Funcionários do Ministério do Trabalho estão de olho nas disparidades salariais e se os aumentos se espalharão para outros setores.