qua. nov 30th, 2022

A maior entidade representativa dos empresários no Japão planeja pedir ao governo que mude seus controles de imigração para revigorar as atividades sociais e econômicas.

A Federação das Empresas do Japão (Keidanren) elaborou propostas a apresentar ao governo agora que mais de 70% da população japonesa já recebeu duas doses de vacinas contra a Covid-19.

A entidade informa que pedirá ao governo a execução de políticas públicas desde um ponto de vista científico e uma modificação dos controles de imigração em vigor para possibilitar o reinício de viagens a negócios do Japão para o exterior e com destino ao país.

A federação que representa os interesses das empresas diz que o governo deveria dispensar de quarentena viajantes vacinados após a sua chegada ao Japão. Também pede que sejam agilizados os trâmites de imigração, citando a digitalização de certificados de vacinação.

A Keidanren proporá ao governo uma intensificação de discussões para que pacientes com sintomas leves possam ser tratados em quaisquer hospitais na premissa de que recebam medicação oral contra a Covid-19. A entidade quer que o governo japonês se dedique a dar maior versatilidade ao sistema médico-hospitalar de modo a aprimorar a resposta se houver um novo aumento no número de casos. Pede, além disso, uma revisão da atual meta de redução do trabalho na sede das empresas, com menor estímulo ao trabalho à distância.

Possivelmente já na próxima semana a Federação das Empresas do Japão fará o anúncio público das recomendações.