sáb. dez 4th, 2021
Japão pede que produtores de petróleo aumentem a produção em meio a alta de preços

O primeiro-ministro Fumio Kishida disse na segunda-feira que o Japão está de olho no recente aumento nos preços do petróleo e pedirá aos principais produtores que aumentem a produção para suprimir as preocupações de um déficit de oferta.

“Estamos observando de perto os movimentos no mercado de petróleo bruto, bem como o impacto na indústria doméstica e nas famílias”, disse Kishida a repórteres após convocar uma reunião de emergência de membros do gabinete, incluindo o secretário-chefe do gabinete, Hirokazu Matsuno, e o ministro da indústria Koichi Hagiuda, para discutir o assunto.

Os preços do petróleo subiram drasticamente nos últimos dois meses, conforme a demanda se recupera da pandemia COVID-19, com os futuros do petróleo West Texas Intermediate subindo para $ 82,28 por barril na sexta-feira em Nova York, seu nível mais alto em sete anos.

O aumento fez com que os preços da gasolina subissem, possivelmente prejudicando os gastos das famílias em um momento em que se espera que as viagens domésticas aumentem depois que o estado de emergência foi suspenso no início deste mês.

Kishida disse que instruiu os ministros a trabalharem com a Agência Internacional de Energia para apelar aos países produtores de petróleo para aumentar a produção e “rapidamente tomar as medidas adequadas” para ajudar as indústrias que podem ser afetadas negativamente.

“Daremos passos concretos em nossas respectivas funções”, disse Matsuno em entrevista coletiva, sem entrar em maiores detalhes.