ter. ago 9th, 2022

A empresa automotiva Toyota Motor anunciou que vai reduzir sua produção global em cerca de 400.000 unidades adicionais em setembro e outubro. Executivos mencionaram dificuldade na aquisição de peças no sudeste asiático, onde há uma escalada nas infecções pelo coronavírus.

Trata-se de uma redução adicional em relação ao já anunciado corte de 360.000 unidades pela montadora. A empresa planeja reduzir a produção em mais 70.000 veículos em setembro e cerca de mais 330.000 veículos em outubro. Um outro fator é a escassez em curso de semicondutores em escala global.

Em função disto, a produção resultante será de apenas cerca de metade do plano original para este mês, e menor em cerca de 40% para outubro.

A Toyota havia reduzido seus prognósticos de produção doméstica e no exterior para o atual exercício até março, declarando que o panorama para novembro e além permanece incerto. A montadora agora prevê uma produção de 9 milhões de unidades, em vez de 9,3 milhões. Contudo, a empresa afirma que não planeja alterar sua previsão de faturamento operacional.

Diretores da Toyota afirmam que ondas de infecção no sudeste asiático estão demorando mais que o previsto para diminuir. Eles informam que tomarão todas as medidas possíveis para suprir a demanda dos consumidores.