sáb. out 1st, 2022

O governo japonês planeja tornar o chamado “tratamento de coquetel de anticorpos” acessível em todo o país para pacientes com Covid-19 apresentando sintomas leves.

O tratamento foi autorizado no Japão em julho. Dois medicamentos são aplicados simultaneamente como soro intravenoso em pacientes para repelir o vírus.

O governo planeja fornecer de modo rápido as drogas para hospitais em províncias onde vigora um estado de emergência contra o coronavírus.

Inicialmente o objetivo era tratar pacientes hospitalizados. Contudo, em meados de agosto, começou a ser permitido que pacientes isolados em hotéis e instalações médicas temporárias recebessem o tratamento, desde que certos requisitos fossem atendidos, pois está ficando mais difícil encontrar leitos hospitalares vagos.

Pacientes em recuperação alojados em hotéis de Tóquio e Fukuoka já estão recebendo os medicamentos.

Alguns médicos afirmam que o tratamento deveria também ser disponibilizado para pacientes em isolamento em suas residências.

Contudo, o governo está cauteloso em relação a tais solicitações devido a reações adversas graves registradas no exterior.

A empresa farmacêutica americana que desenvolveu o tratamento informa que entre as possíveis reações estão incluídas febre, dor de cabeça e dificuldades respiratórias.

A empresa também afirma que efeitos colaterais desconhecidos também poderiam ocorrer, pois dados clínicos ainda são limitados.

O ministério encarregado da saúde declarou que profissionais da área da médica devem monitorar pacientes que receberam o tratamento.