sáb. dez 4th, 2021
Japão registra novo recorde de Covid-19

Autoridades japonesas confirmaram 14.207 novos casos de coronavírus, na quarta-feira, em todo o país. Trata-se do maior número diário jamais registrado. Cerca de 30% desses casos – 4.166 – ocorreram em Tóquio, o que também representa um número recorde.

O aumento acentuado ocorre em meio à vigência do quarto estado de emergência na capital japonesa e à realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Medidas antivírus estritas continuarão em vigor até o final de agosto. O estado de emergência motivou a decisão sem precedentes de realizar a Olimpíada praticamente sem a presença de espectadores nas arquibancadas.

As provincias de Tóquio, Saitama, Chiba, Kanagawa, Osaka e Okinawa estão sob o estado de emergência, ao passo que as províncias de Hokkaido, Ishikawa, Hyogo, Kyoto e Fukuoka adotam medidas antivírus intensivas em áreas e períodos limitados.

O governo planeja expandir as medidas quase emergenciais em outras oito províncias.

“Em muitas áreas do país, estamos vendo um rápido aumento (de casos de vírus) em uma velocidade sem precedentes”, disse Yasutoshi Nishimura, ministro responsável pela resposta ao coronavírus do Japão, em uma reunião de especialistas.

A adição de oito prefeituras – Fukushima, Ibaraki, Tochigi, Gunma, Shizuoka, Aichi, Shiga e Kumamoto – deve ser finalizada em uma reunião da força-tarefa à tarde, com medidas antivírus em vigor de domingo a 31 de agosto. .

Nishimura acrescentou que o número de pacientes com COVID-19 em estado grave dobrou no Japão nas últimas duas semanas, colocando uma pressão sobre o sistema médico.

Sob o quase estado de emergência, que acarreta menos restrições à atividade empresarial do que o estado de emergência, os restaurantes que não servem bebidas alcoólicas devem fechar às 20h.

Somente quando o número de infecções indica uma tendência de queda, o fornecimento de álcool pode ser permitido com a aprovação do governador até as 19h nos estabelecimentos que tomam medidas antivírus em áreas sob quase-emergência.

Sob o estado de emergência, restaurantes e bares que servem bebidas alcoólicas ou oferecem serviços de karaokê são convidados a fechar durante o período, enquanto o governo fornece dinheiro para o cumprimento. Quem não estiver servindo bebida alcoólica deve fechar também às 20h e não é permitido o afrouxamento da proibição do álcool durante o período.

As cinco outras prefeituras atualmente sob a quase emergência são Hokkaido, Ishikawa, Kyoto, Hyogo e Fukuoka, mas a prefeitura do sudoeste do Japão pediu quinta-feira ao governo central para declarar um estado de emergência mais severo na área.

A prefeitura de Hiroshima, no oeste do Japão, pediu para ser uma das áreas incluídas nas medidas de quase-emergência, mas o governo central rejeitou a solicitação, dizendo que a situação do vírus não está atualmente em um nível grave.