qui. jun 30th, 2022

O chefe do painel consultivo do governo japonês para questões do coronavírus afirmou que alguns governos locais devem considerar um possível início tardio do novo semestre letivo, com o fim de conter a disseminação de infecções.

Omi Shigeru fez o comentário nesta quarta-feira (25) durante uma reunião do comitê de saúde na Câmara Baixa.

Omi afirmou que as infecções estão se espalhando em Tóquio em ritmo ligeiramente mais lento, mas que o número de novos casos diários não caiu significativamente. Segundo ele, ainda é cedo demais para determinar quando o número de infecções vai cair de forma mais drástica. Disse também que a volta às aulas pode levar a um novo repique no número de infecções e colocar o sistema médico-hospitalar sob ainda mais pressão.

Omi afirmou que medidas efetivas e mais decisivas precisam ser implementadas, com excesso de cautela. Também ressaltou que governos locais devem considerar postergar o início do novo semestre letivo.

O chefe do painel foi perguntado sobre o motivo de o sistema médico ter se tornado tão sobrecarregado. Ele respondeu que o governo e o painel consultivo compartilhavam do mesmo senso de crise, mas que às vezes, a análise por parte do governo pode ter sido ligeiramente mais otimista do que a dos especialistas.