sáb. jul 24th, 2021
Membro da equipe olímpica de Uganda testa positivo para COVID-19

Um membro da equipe nacional de Uganda testou positivo para o novo coronavírus na chegada ao Japão em 19 de junho e permanece em quarentena, marcando o primeiro caso entre aqueles que vêm do exterior para os Jogos Olímpicos, disseram autoridades do governo japonês.

Todos os nove membros da delegação receberam duas injeções da vacina AstraZeneca antes de sua partida, de acordo com o Secretariado do Gabinete.

Eles produziram certificados de resultados de testes negativos para os funcionários da quarentena na chegada ao aeroporto de Narita, fora de Tóquio. Cada um deles fez dois testes de reação em cadeia da polimerase (PCR) dentro de 96 horas após deixar Uganda.

Os membros da equipe incluem um boxeador, levantador de peso, nadador e treinadores.

Eles apareceram no portão de desembarque pouco depois das 18h, depois que cerca de 80 passageiros desembarcaram da aeronave.

Os membros da equipe foram solicitados a fornecer amostras de saliva para teste de antígeno.

Um indivíduo teve que se submeter a um teste de PCR, pois o resultado do teste do antígeno não era definitivo. A infecção do indivíduo foi confirmada após o teste de PCR, que é mais sensível que o teste de antígeno.

O resto da equipe posteriormente partiu em um ônibus fretado para Izumisano, uma cidade na província de Osaka, para um acampamento de preparação para os Jogos de Verão que começam em 23 de julho. Eles chegaram ao hotel por volta das 9h30 do dia 20 de junho.

A seleção de Uganda é a segunda do exterior a chegar ao Japão depois da seleção australiana de softball, que está em Ota, na província de Gunma.