seg. maio 10th, 2021
Japão registra quase 80.000 perdas de empregos relacionadas à pandemia

Uma pesquisa do setor privado mostrou que, em meio à pandemia do coronavírus, o número de pessoas no Japão que possui dois ou mais empregos teria aumentado em mais de 1 milhão em relação ao ano passado.

A Lancers, empresa que possui uma plataforma para conectar trabalhadores freelancers com empregadores, conduziu a pesquisa com mais de 3 mil pessoas em todo o país nos meses de janeiro e fevereiro.

Com base na pesquisa, a empresa estima que 4,39 milhões de pessoas teriam um emprego secundário, o que representa um aumento de 4,5% com relação ao ano passado.

Também estima que 3,73 milhões de pessoas teriam contratos com pelo menos duas empresas, em aumento de 29,5%.

Como resultado, o número total de pessoas que possuem duas ou mais fontes de renda teria aumentado para 8,12 milhões.

O número marca um aumento ano a ano de 1,04 milhões, atingindo seu mais alto nível desde 2015.

Um dos principais pesquisadores do Japan Research Institute afirma que algumas pessoas teriam começado a fazer trabalhos extras devido a uma queda em sua renda principal. Ele diz que o motivo de outras pessoas para fazer mais trabalhos seria uma busca pelo aperfeiçoamento de habilidades depois que o trabalho remoto as separou, física e mentalmente, de suas empresas, fazendo com que tivessem um novo olhar para suas carreiras.