seg. maio 10th, 2021
Tropas japonesas conduzirão exercícios pela primeira vez em 30 anos

A Força de Autodefesa Terrestre do Japão disse quinta-feira que conduzirá exercícios em todo o país envolvendo todas as suas unidades pela primeira vez em cerca de 30 anos em uma tentativa de aumentar a dissuasão e fortalecer suas capacidades.

Em um momento em que a assertividade marítima da China se tornou uma grande preocupação de segurança regional, os exercícios do GSDF, incluindo o transporte de suprimentos necessários e a melhoria dos sistemas de comunicação, devem ser realizados entre setembro e novembro em todo o país.

O GSDF, que tem cerca de 140.000 funcionários, conduziu esses exercícios pela última vez em 1993, após o fim da Guerra Fria.

O Japão tem tentado fortalecer as habilidades das Forças de Autodefesa para defender ilhas remotas em face do aumento das ações marítimas da China, especialmente em torno das Ilhas Senkaku.

Em fevereiro, a China, que reivindica as ilhas desabitadas controladas pelos japoneses, implementou uma lei que permite que sua guarda costeira use armas contra navios estrangeiros que considere entrarem ilegalmente em suas águas.

Desde então, o Japão vem compartilhando sua preocupação com os Estados Unidos e outros países sobre a possibilidade de a China se tornar mais agressiva nos mares do Sul e do Leste da China.

Na quinta-feira, o GSDF também disse que realizará um exercício conjunto com o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA e o exército francês já em maio no Japão.

Será a primeira vez que o GSDF e o exército francês conduzirão um exercício juntos no Japão.

O plano surge no momento em que o Japão intensifica os esforços para fortalecer a cooperação de defesa além de seu aliado, os Estados Unidos, com países com interesses semelhantes. As forças dos três países se envolverão em exercícios de guerra urbana, de acordo com o GSDF.