seg. maio 10th, 2021
A viagem da Golden Week começa apesar dos apelos dos governadores para ficar em casa

O aeroporto Haneda de Tóquio estava movimentado na quinta-feira, já que muitas pessoas deixaram a capital para destinos domésticos durante os feriados da Golden Week, apesar do pedido da governadora de Tóquio Yuriko Koike aos habitantes de Tóquio para ficarem em casa durante o período de férias que vai até a próxima quarta-feira.

Koike e os governadores de três prefeituras vizinhas pediram aos residentes que evitassem viajar de e para a região metropolitana antes da Golden Week. As prefeituras de Tóquio, Osaka, Kyoto e Hyogo estão em estado de emergência desde domingo a 11 de maio, sob o qual grandes instalações comerciais, parques temáticos, cinemas, estabelecimentos de karaokê e restaurantes que servem bebidas alcoólicas foram solicitados a fechar.

Shinkansen (trens-bala) não estavam tão cheios como normalmente estão. JR East disse que o Tohoku Shinkansen estava operando com cerca de 60% da capacidade, enquanto JR Tokai relatou apenas 10-20% da capacidade dos trens com destino a Osaka, onde o número de infecções por coronavírus superou o país por mais de uma semana.

O ressurgimento da pandemia COVID-19 na capital e em outras partes do Japão ocorre menos de três meses antes da abertura das Olimpíadas de Tóquio.

A média móvel de sete dias de infecções por dia em Tóquio subiu para 782,1, um aumento de 14,3% em relação ao período de sete dias anterior, com o número acumulado de infecções na capital totalizando 138.378.

O número de novas infecções em Tóquio teve uma tendência de declínio de fevereiro ao início de março, depois de atingir o nível mais alto em 7 de janeiro, 2.520. Mas aumentou em meados de março.

“Não fomos capazes de conter o movimento de pessoas. Pedimos aos residentes que fiquem em casa, pois as variantes (mais contagiosas) do coronavírus estão se espalhando”, disse um funcionário do governo metropolitano de Tóquio na quinta-feira.

A contagem nacional de novas infecções também subiu para 5.918 no mesmo dia, a maior desde que o segundo estado de emergência foi completamente suspenso no final de março.

Pela prefeitura, Osaka confirmou o maior número de casos do dia em 1.172, com Hyogo atrás de Tóquio em 534, seguido por Aichi em 430 e Fukuoka em 337.