sex. abr 16th, 2021
A vila olímpica poderá ter um centro de saúde com foco no COVID-19

O Japão planeja limitar o número de chegadas diárias ao país em cerca de 2.000 e permitir exceções à proibição de viajantes internacionais depois que o estado de emergência do COVID-19 for levantado em Tóquio antes das Olimpíadas, informou o Nikkei na segunda-feira.

A reportagem do jornal acrescentou que o número proposto incluirá cidadãos japoneses retornando ao país.

O Japão suspendeu temporariamente as isenções que permitem que atletas estrangeiros treinem no país antes dos Jogos, uma vez que fechou suas fronteiras para conter um aumento nos casos de COVID-19. O estado de emergência na capital foi prorrogado até 21 de março.

Mais de 70.000 pessoas – incluindo atletas, técnicos e representantes da mídia – devem entrar no país para os Jogos, citando estimativas no Japão.

Os eventos-teste para as Olimpíadas começam em abril. Os jogos estão programados para começar em 23 de julho.

No mês passado, os oficiais olímpicos revelaram a primeira de muitas regras do COVID-19 para os Jogos, começando por proibir o canto durante os eventos e obrigando os participantes a usarem máscaras em “todos os momentos”, exceto ao comer, dormir ou ao ar livre.

O Japão teve mais de 441.200 casos de COVID-19, com o número de mortos em mais de 8.300.