qua. nov 30th, 2022

O primeiro-ministro do Japão está pedindo ao público que ajude a conter o aumento dos casos de coronavírus, horas depois que o estado de emergência entrou em vigor para Tóquio e três prefeituras vizinhas.

Suga Yoshihide disse a repórteres na manhã de sexta-feira: “Levamos a situação atual muito a sério. Pedimos a todos que cooperem para superar esta crise.”

Na quinta-feira, os novos casos no Japão ultrapassaram 7.000 pela primeira vez. Cerca de metade estava na região de Tóquio.

Os governadores locais pedirão aos bares e restaurantes que fechem às 20h e aos residentes que evitem passeios não essenciais após esse horário.

O ministro responsável pela resposta ao coronavírus também pediu às empresas que permitam mais trabalho remoto e reduzam o número de funcionários em seus escritórios em 70 por cento.

Os governadores de Osaka, Hyogo e Kyoto também estão considerando pedir ao governo central para adicionar suas prefeituras ao estado de emergência.