sáb. jun 25th, 2022

A Grã-Bretanha está correndo para vacinar seus cidadãos contra o coronavírus, pois seu sistema médico corre o risco de ser sobrecarregado.

As infecções estão aumentando devido a uma nova variante do vírus que é considerada mais contagiosa. O número de casos diários ultrapassou 60.000 em alguns dias.

O número de pacientes com COVID-19 hospitalizados ultrapassou 30.000 na Inglaterra. O número aumentou mais de 40% desde o início do ano.

O diretor médico da Inglaterra, Chris Whitty, alertou em uma entrevista à BBC na segunda-feira que as próximas semanas serão “as piores” da pandemia para o Serviço de Saúde Nacional.

Whitty pediu a todos que sigam as medidas de bloqueio agora em vigor.

O primeiro-ministro Boris Johnson disse durante uma visita a um centro de vacinação na segunda-feira que o país estava “em uma corrida contra o tempo” para distribuir vacinas.

A Grã-Bretanha planeja inocular 15 milhões de pessoas até 15 de fevereiro, com prioridade para aqueles com 70 anos ou mais.

Cerca de 2,3 milhões de pessoas receberam suas primeiras doses. Quase 390.000 também receberam a segunda dose.