sex. jan 27th, 2023

Uma nova variante do coronavírus foi detectada em quatro viajantes do estado do Amazonas, do Brasil, disse o Ministério da Saúde do Japão no domingo, a última nova mutação do vírus descoberta.

Um funcionário do ministério disse que estudos estão em andamento sobre a eficácia das vacinas contra a nova variante, que difere das variantes altamente infecciosas encontradas inicialmente na Grã-Bretanha e na África do Sul, que geraram um aumento nos casos.

“No momento, não há provas que mostrem que a nova variante encontrada em pessoas do Brasil é alta em infectologia”, disse Takaji Wakita, chefe do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas, em um comunicado do ministério da saúde.

Mesmo assim, o Ministério da Saúde do Brasil informou ter sido notificado pelas autoridades japonesas de que a nova variante apresenta 12 mutações, sendo que uma delas já foi identificada também nas variantes encontradas no Reino Unido e na África do Sul. “Isso implica em um potencial maior de infectividade do vírus”, disse.

Dos quatro viajantes que chegaram ao aeroporto Haneda de Tóquio em 2 de janeiro, um homem na casa dos 40 anos teve problemas para respirar, uma mulher na casa dos 30 anos teve dor de cabeça e dor de garganta e um adolescente teve febre, e outra adolescente não apresentou sintomas, disse o ministério da saúde.

Todos os viajantes estão em quarentena no aeroporto de Tóquio.

Depois de ver um aumento acentuado nos casos de coronavírus, o Japão declarou estado de emergência para Tóquio e três prefeituras vizinhas à capital na quinta-feira.

Os casos em todo o país totalizaram cerca de 289.000, com 4.061 mortes, disse a emissora pública NHK