sáb. jun 25th, 2022

A província de Hiroshima, oeste do Japão, prepara-se para lançar a primeira campanha de teste de covid-19 em grande escala do país, tendo como meta atingir cerca de 800 mil pessoas, anunciaram as autoridades locais nesta sexta-feira.

“Queremos identificar os casos positivos o mais rápido possível para evitar que o vírus se propague mais”, afirmou Kazuhiro Saito, uma autoridade municipal.

Saito disse que os testes serão realizados em voluntários que vivem, ou trabalham, em vários bairros da cidade de Hiroshima, com 1,2 milhão de habitantes.

Espera-se que a meta seja cerca de 600.000 residentes nos bairros de Naka, Higashi, Minami e Nishi, e cerca de 200.000 trabalhando nesta área, até cerca de 800.000, e será gratuito.

Essa inspeção em grande escala é incomum em todo o país, e o governador Yuzaki de Hiroshima disse em uma entrevista coletiva no dia 14: “A inspeção não é obrigatória, é opcional, mas gostaria que você a considerasse positivamente para evitar a propagação da infecção.” 

O estado de emergência foi decretado em 11 prefeituras japonesas, mas não em Hiroshima. Fica em vigor até 7 de fevereiro, após o maior aumento de infecções já registrado desde o início da pandemia.

O Japão tem sido criticado por sua estratégia de testes de detecção limitados, ao contrário das campanhas em massa realizadas em outros territórios. O país registrou cerca de 4.100 mortes por covid-19 em um ano.