qua. out 5th, 2022

O primeiro-ministro Suga Yoshihide anunciou que o governo suspenderá temporariamente sua campanha “Go To Travel” em todo o país de 28 de dezembro a 11 de janeiro. A medida visa conter a disseminação de infecções por coronavírus durante o fim do ano e feriados de Ano Novo.

Suga fez o anúncio em uma reunião de força-tarefa do governo na noite de segunda-feira.

A reunião foi convocada em resposta a apelos do painel consultivo do coronavírus, que aconselhou as autoridades a continuar as medidas para excluir certas áreas da campanha de turismo.

Suga destacou que o número de infecções continua aumentando em todo o país.

Ele disse que vários índices sugerem que mais regiões estão vendo um aumento de novos casos de infecção.

O primeiro-ministro também disse que aqueles que estão enfrentando o surto nas linhas de frente, como os trabalhadores médicos, estão ficando mais sobrecarregados.

Ele ressaltou que o governo tomará as medidas máximas para garantir um bom começo para o ano novo, evitando a propagação do vírus e reduzindo a carga sobre as instituições médicas.

Ele também divulgou planos para suspender os subsídios para viagens a Tóquio e Nagoya até 27 de dezembro, e para pedir aos residentes dessas cidades que evitem viajar. Osaka e Sapporo já haviam sido excluídos desse programa devido ao aumento de infecções ali.