qua. out 5th, 2022

Em uma granja de galinhas na cidade de Mihara, província de Hiroshima, galinhas foram encontradas mortas uma após a outra e, como resultado da inspeção, descobriu-se que era “gripe aviária”. A prefeitura tem orientação  de abater 134.000 pássaros.

Segundo a Província de Hiroshima, na manhã do dia 6, uma pessoa envolvida em uma granja de galinhas na cidade de Mihara relatou que “11 galinhas estavam mortas”, e um teste simples deu uma reação positiva.  Além disso, os testes genéticos detectaram vírus altamente patogênicos (tipo H5).

Esta é a primeira vez que uma granja na província de Hiroshima é confirmada desde 2004, quando houve um surto no Japão, e a prefeitura planeja matar 134 mil galinhas em duas granjas administradas pela mesma corporação.

O Governador Yuzaki de Hiroshima comentou que considera a situação muito difícil. “Faremos o nosso melhor para não expandir além desta fazenda.”

 A prefeitura estabeleceu um raio de 10 km como “área restrita” para desinfecção.  E que tomarão medidas para prevenir a propagação da infecção, como desinfetar veículos relacionados.