sáb. out 1st, 2022

A NHK obteve informação de que uma das maiores companhias aéreas japonesas, All Nippon Airways (ANA), pretende realizar cortes salariais e de bônus dos funcionários para este ano. A empresa sofreu queda acentuada de seus negócios devido à pandemia de coronavírus.

O grupo da companhia aérea registrou perdas de cerca de 1 bilhão de dólares no trimestre de abril a junho, montante que entra para a história como o maior prejuízo trimestral da empresa. A demanda por voos internacionais não deve se recuperar tão cedo.

Executivos da ANA pretendem reduzir os salários de cerca de 15 mil funcionários e não pagarão nenhum bônus de inverno. Somada com cortes anteriores realizados para os bônus de verão, a renda anual dos funcionários deve cair em cerca de 30 por cento. A companhia informou a decisão ao sindicato trabalhista na quarta-feira.

O diretor financeiro da ANA Holdings, Fukuzawa Ichiro, ressaltou que o grupo quer manter o emprego dos funcionários, ao mesmo tempo em que pede pela cooperação de todos.

A medida é a primeira em 20 anos em que a ANA realiza cortes salariais de funcionários regulares de maneira geral. A empresa afirmou que vai tentar reduzir ainda mais seus custos por meio de iniciativas de reestruturação corporativa.