qua. out 5th, 2022

A gigante farmacêutica norte-americana Pfizer diz que provavelmente solicitará uma autorização de emergência para uma vacina contra o coronavírus nos Estados Unidos já no final de novembro.

A empresa está conduzindo os testes finais de fase três de uma vacina que está desenvolvendo em conjunto com a parceira alemã BioNTech.

O presidente e CEO Albert Bourla disse em um comunicado na sexta-feira que a Pfizer pretende esclarecer três condições-chave para buscar a aprovação para uso público.

Ele disse que a vacina deve ser segura, eficaz e consistentemente fabricada de acordo com os mais altos padrões.

Bourla disse que a Pfizer pode saber se a vacina é eficaz até o final de outubro, e que provavelmente obterá os dados de segurança exigidos até a terceira semana de novembro.

Ele disse que a empresa solicitará autorização de emergência junto à Food and Drug Administration dos EUA logo após o marco de segurança ser alcançado.

A vacina da Pfizer é uma das pioneiras entre as que estão sendo desenvolvidas em todo o mundo.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse repetidamente que uma vacina contra o coronavírus estaria disponível antes da eleição de 3 de novembro. Isso agora parece improvável.



Seikatsu Magazine Japão