dom. nov 29th, 2020

O primeiro-ministro japonês, Abe Shinzo, passou três horas e meia em um hospital em Tóquio nesta segunda-feira por motivos médicos. Abe disse que foi um seguimento de um teste que fez na semana passada. A visita aumenta as preocupações de que o primeiro-ministro possa estar com problemas de saúde.

“Eu ouvi detalhes sobre os resultados dos meus testes e também fiz testes adicionais. Vou continuar a fazer o meu melhor no meu trabalho e tomar todas as medidas para controlar minha condição física”, disse Abe.

O primeiro ministro se recusou a compartilhar informações quando questionado sobre o conteúdo e os resultados dos testes. Há especulações de que a saúde do primeiro-ministro foi afetada pelo estresse de governar durante uma pandemia.

O secretário-chefe de gabinete Suga Yoshihide disse que vê Abe todos os dias e que não viu nenhuma mudança.

Um alto funcionário do maior partido da oposição diz que se Abe estiver doente, ele deve se concentrar no tratamento.

Nagatsuma Akira, do Partido Democrático Constitucional, disse: “A Dieta não está realizando uma sessão extraordinária, embora nosso país esteja enfrentando uma crise. Se for por causa da condição física do primeiro-ministro Abe, ele precisa considerar se deve renunciar.”

Nagatsuma diz que o público merece uma explicação do governo sobre a condição do primeiro-ministro.

Com informações NHK.