sáb. dez 4th, 2021
Japão analisa dados da Covid-19 para se preparar para segunda onda de infecções

O Governo Metropolitano de Tóquio confirmou 339 novos casos de coronavírus na quinta-feira, chegando a 300 pela primeira vez em cinco dias em meio a preocupações com uma nova onda de infecções após o fim das férias de verão Bon.

O número, que é fortemente superior ao das 186 infecções registradas na quarta-feira, elevou a contagem acumulada na capital para 18.607, com 347 mortes. O resultado foi baseado em 6.005 testes realizados na segunda-feira. Trinta e seis pessoas estão em estado grave, quatro a mais que no dia anterior.

Pessoas na faixa dos 20 e 30 anos representam 54% de todos os novos casos registrados na quinta-feira.

O governo metropolitano elevou seu alerta para a pandemia ao mais alto dos quatro níveis, o que significa que as infecções estão se espalhando. Locais de karaokê e bares que servem bebidas alcoólicas também estão sendo solicitados a fechar até o final deste mês às 22h.

O Japão está no meio da segunda onda de infecções, disse Kazuhiro Tateda, presidente da Associação Japonesa de Doenças Infecciosas, acrescentando que está preocupado com uma pandemia dupla de COVID-19 e gripe no próximo inverno.

Em outras regiões, a Prefeitura de Osaka registrou 132 novos casos, 55 casos abaixo da quarta-feira.

A Prefeitura de Aichi também anunciou 82 novos casos, enquanto Okinawa confirmou 45 novas infecções, ante 71 casos no dia anterior.

O total acumulado de infecções no país aumentou em 1.070 para 59.483 casos na quarta-feira, com 1.162 mortes, de acordo com cálculos do Kyodo News.