seg. nov 28th, 2022

Tóquio registrou 206 novos casos do novo coronavírus nesta quinta-feira (13), acima de 200 pelo segundo dia consecutivo, em meio a um número relativamente grande de infecções em áreas urbanas e pontos turísticos no Japão no pico das férias de verão.

Onze pessoas foram confirmadas como mortas, marcando a primeira vez desde 28 de maio que as mortes por dia ultrapassam 10. A capital, que tem o maior número de infecções do país, manteve o alerta no máximo dos quatro níveis, que significa “as infecções estão se espalhando, “e sua referência para a prestação de serviços de saúde no segundo nível mais alto, indicando que precisa ser fortalecida.

A prefeitura da ilha de Okinawa, no sul, um destino popular para turistas, também elevou seu alerta de quatro estágios ao mais alto nível, sinalizando que “as infecções estão se tornando galopantes”, e estendeu sua declaração de emergência até 29 de agosto.

“A propagação do vírus continua a ser severa”, disse o governador de Okinawa, Denny Tamaki, em uma coletiva de imprensa realizada no mesmo dia em que o governo da província relatou 97 novos casos.

No final de julho, Okinawa declarou emergência de 1º de agosto a sábado. Okinawa teve 30,32 casos de coronavírus por 100.000 pessoas na semana que terminou em 5 de agosto, o nível mais alto do país e quase o dobro dos 17,41 de Tóquio.

Em outros lugares, as infecções também foram altas na prefeitura de Fukuoka, bem como nas prefeituras de Aichi e Osaka.

Tóquio, que tem uma população de quase 14 milhões, teve um registro diário de 472 casos registrados no início deste mês.

Os números diários refletem os totais mais recentes informados por autoridades de saúde e instituições médicas.

Houve mais de 1.100 novos casos em todo o país na quinta-feira, ultrapassando a linha de 1.000 pela primeira vez desde 9 de agosto. O total acumulado foi de mais de 53.000, incluindo cerca de 700 do navio de cruzeiro Diamond Princess que foi colocado em quarentena em Yokohama em fevereiro. O número de mortos em todo o país foi de 1.090.

O total acumulado de casos de vírus em Tóquio agora é de mais de 16.600.

A média de novas infecções diárias em Tóquio nos últimos sete dias ficou em 290,7, caindo para menos de 300 pela primeira vez desde 31 de julho. Mas o fim de semana prolongado e a temporada de férias Bon provavelmente afetaram o número de testes realizados nos últimos dias.

Os casos envolvendo pessoas na faixa dos 20 e 30 anos caíram para cerca de metade das infecções, enquanto aqueles na faixa dos 60 anos ou mais representavam cerca de 15 por cento.

Tóquio solicitou que os residentes evitem viajar, inclusive para cidades natais durante a temporada de férias Bon, e que os locais de karaokê e estabelecimentos que servem bebidas alcoólicas fechem às 22h até o final de agosto.

Osaka relatou 177 novos casos, chegando a 100 pelo 10º dia consecutivo, enquanto Aichi confirmou 109 novos casos e Fukuoka confirmou 143 novas infecções.