sáb. jun 10th, 2023

O chefe da Organização Mundial da Saúde alertou que muitos países não estão lidando adequadamente com a pandemia de coronavírus.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse a repórteres nesta segunda-feira (13) que 230.000 casos de COVID-19 foram relatados à organização somente no domingo.

Tedros disse que “muitos países estão indo na direção errada” e alertou que “se os governos não adotarem uma estratégia abrangente focada em suprimir a transmissão e salvar vidas, a pandemia ficará cada vez pior e pior e pior”.

O chefe da OMS acrescentou que não haverá retorno ao “velho normal” no futuro próximo.

O chefe do Programa de Emergências em Saúde da OMS, Michael Ryan, se referiu aos países das Américas do Norte e do Sul em que o vírus continua em alta. Ele sugeriu que bloqueios limitados podem ser necessários em áreas específicas onde a transmissão está fora de controle.

Ryan também se referiu a uma equipe avançada de dois membros que a OMS enviou à China para preparar o terreno para um estudo sobre como o coronavírus começou a se espalhar por lá.

Ryan disse que os dois especialistas estão em quarentena no momento e que já estão trabalhando com as autoridades de saúde chinesas remotamente.

Ele disse que a equipe avançada “apresentará quais são as principais perguntas, qual a abordagem, quais os estudos que serão necessários por uma equipe internacional muito maior que trabalhará em colaboração com os colegas chineses nas próximas semanas e meses”.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, disse a repórteres na segunda-feira que os dois especialistas da OMS haviam chegado à China para pesquisas sobre a fonte do coronavírus.

Mas ela não deu detalhes sobre o cronograma de suas atividades no país.