qui. jun 30th, 2022

Esta pessoa já tinha sido infectada anteriormente. Depois de deixar o hospital no dia 13 de maio, a paciente esperou por duas semanas em casa enquanto descansava. A mulher sentiu falta de ar e palpitações no dia 11 de junho. No dia 17 ela foi a uma instituição médica colher as amostras para o teste. E ontem foi confirmado positivo pelo PCR e está hospitalizada em uma instituição médica no município.

Atualmente ela está com falta de ar e palpitações ao fazer algum esforço. De acordo com informações, após deixar o hospital da primeira vez, a paciente não deixou a província, mas saiu algumas vezes para fazer compras no bairro. E ao sair, usou seu próprio carro, além de sempre estar com a máscara.

De acordo com o governo da província, a possibilidade de reinfecção é extremamente baixa, considerando o histórico de comportamento e os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar. Informou ainda que serão tomadas as medidas necessárias, como a realização de entrevistas com a equipe e os residentes da instalação e a realização de testes de PCR para contatos próximos.