sex. abr 16th, 2021
Medo de ir ao hospital faz com que pais se abstenham de vacinar crianças

Com a disseminação do novo coronavírus, é possível notar que os pais estão evitando a vacinação de crianças.

A mentalidade de temer levar as crianças ao hospital por medo de infecção ou abster-se de sobrecarregar o hospital devido a atual situação, tem levado os pais a não darem vacinas aos seus filhos, porém a vacinação não se encaixa como “saída desnecessária” dizem pediatras e também fazem a solicitação aos pais: “não deixem pra vacinar seus filhos depois, para prevenir a transmissão de outras doenças “.

Doenças que podem ser evitadas por uma vacina, como rubéola e caxumba, são coletivamente chamadas de “VPD”(doenças evitáveis por vacinação).

De acordo com a NPO “Conheça o VPD e proteja as crianças” de Tóquio  “há sempre uma correria de última hora para tomar vacinas todos os anos no final de março, mas este ano não “, comentou um médico pediatra membro do NPO.

A secretaria da NPO também recebeu diretamente dos pais perguntas como: “Tenho medo de levar os filhos ao hospital. O que devo fazer?”

Mesmo na “Clínica Sugaya Kodomo” (Itabashi-ku, Tóquio), chefiada pelo presidente da NPO, Dr. Akinori Sugaya, a média de pessoas que receberam a vacinação em março foi cerca de 20% mais baixa em comparação ao ano anterior.

Sugaya ressalta: “Se você adiar a vacinação, o risco de contrair outras doenças aumenta. O ideal é tomá-la adequadamente no tempo certo”.

As vacinas VPD devem ser administradas no momento recomendado.  No entanto, no exterior, vários países foram interrompidos com a pressão financeira dos locais médicos devido à disseminação de nova infecção por corona.


O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) disse em 14 de abril que a campanha de vacinação contra o sarampo foi adiada em 24 países como Brasil e Nigéria.  A implementação contínua do projeto de vacinação também é essencial para evitar a perda de vidas devido a doenças que podem ser evitadas.

Então, o que você deve saber quando levar seu filho ao hospital para vacinação?

Medo de ir ao hospital faz com que pais se abstenham de vacinar crianças

A Academia Japonesa de Pediatria tem um site que resume os pontos a serem observados para as crianças e seus pais.

Segundo ela, verifique primeiro se não há sintomas de febre ou tosse antes da consulta e, no momento da mesma, desinfete as mãos, lave-as e use uma máscara.

Além de evitar o acompanhamento de outras da família, tanto quanto possível; eles também recomendam a não trocar fraldas em instituições médicas.  No caso de um local que esteja planejando uma vacinação em grupo, solicitamos que o número de pessoas seja ajustado para minimizar o contato com as pessoas dentro do local.

Algumas das principais Vacinas periódicas da criança e tempo recomendado
Medo de ir ao hospital faz com que pais se abstenham de vacinar crianças

・Biigata Kan-en (Hepatite B)→3 doses até completar 1ano

・HIb(Haemophilus influenza tipo B)→3 doses até antes de completar 1 ano, 1 dose depois de 1 ano 

・shouniyo haien kyuukin (pneumococo)→3 doses até antes de completar 1 ano, 1 dose depois de 1 ano

・yonshu kongo ou DPT-IPV (tetra combinada) (Difteria, coqueluche, tétano, poliomielite) →3 doses até antes de completar 1 ano, 1 dose depois de 1ano

・BCG(tuberculose)→1 dose até antes de completar 1 ano

・MR(sarampo e rubéola )→1 dose com um ano, 1 dose antes de ingressar na primeira série do primário 

・mizuboosoo(varicela)→2 doses com 1 ano

・nihon nooen (encefalite japonesa)→3 doses geralmente entre 3 a 4 anos, 1 dose com 9 anos.


Fonte: Mainichi Shinbun


Medo de ir ao hospital faz com que pais se abstenham de vacinar crianças